O Aeroporto Internacional de Nacala, ocupa uma extensão calculada em dois mil hectares. A sua construção teve como base a requalificação da antiga Base Aérea Militar.

A sua construção foi orçamentada em cerca de 144 milhões de dólares norte-americanos, e terá um papel muito importante no desenvolvimento e crescimento económico do Norte de Moçambique.

Tem um total de 16 balcões de “check-in”, duas salas de embarque de passageiros, tanto para o nacional como para o internacional. Nos dias de pico e funcionamento na sua plenitude, o seu universo rondará os 1240 passageiros, totalizando cerca de 500 mil passageiros por ano.

Ainda no capítulo da sua capacidade, a nova infra-estrutura tem quatro placas de estacionamento, duas para aviões de grande porte, tipo Boeing 747, e nas duas outras placas estacionarão as aeronaves de médio porte que aterrarem e descolarem a partir daquela infra-estrutura aeroportuária

A RCM Engenharia participou como contratada da empresa brasileira Odebrecht, tendo sido responsável pela execução parcial dos trabalhos de terraplenagem e pavimentação da pista, placas de estacionamento de aeronaves, acesso viário e parque de estacionamento de viaturas.

Para esse efeito a RCM, instalou uma Central de Fabrico de Betuminoso com a capacidade de produção de 160T/h

Executou ainda todas as infra-estruturas para montagem e aplicação da iluminação da pista.