A estratégia em que assentou a criação da RCM, estudada, ponderada e fundamentada, para melhor e rapidamente permitir a penetração e conquista do mercado, passou pela definição clara de selecionar uma região (região NORTE) em franco desenvolvimento num país que merece atualmente a atenção da comunidade internacional, e se tem afirmado como um polo de crescimento e atração de IDE.

Neste âmbito a empresa iniciou com um estudo de viabilidade económico-financeiro que pela sua importância para o desenvolvimento estratégico da Zona Económica Especial de Nacala, e para o país, mereceu a melhor atenção da instituição Governamental GAZEDA — Gabinete Apoio Zonas Económicas Desenvolvimento Acelerado.

Tendo sido aprovado um projeto de investimento total de mais de 40 milhões de USD, com a criação (ao fim de 3 anos) de mais de 300 postos de trabalho.

Mais ainda a aceitação por este organismo do projeto RCM permitiu aportar uma importante mais-valia na medida em que ao abrigo da lei do investimento e de uma panóplia de legislação criada para impulsionar o desenvolvimento da região e do país e atrair o IDE, permite à RCM beneficiar de importantes incentivos fiscais e aduaneiros, bem como ao nível das cotas de contratação de pessoal estrangeiro, entre outros importantes incentivos.